EVENTO HÍBRIDO

 Por que Eventos Híbridos?

A tecnologia vem mudando radicalmente a forma como nos comunicamos. Por isso, utilizar a interação presencial fazendo conexão com a on-line é a grande aposta, principalmente agora que vivenciamos esse momento de pandemia. Esse formato de trabalho possibilita maior alcance de público, garantindo mais visibilidade e consequentemente agregando maior valor aos seus eventos.

Apesar de não ser ainda tão popular, esse modelo já é conhecido e vem sendo aplicado em grandes encontros, e é chamado de eventos híbridos. Eles acontecem quando o presencial e virtual se conectam.

Aplicar a combinação do virtual com o real é a nossa sugestão para o cenário atual, podemos destacar no mínimo dois bons motivos: o primeiro é atrair e alcançar um público que além de maior, como citado acima, promete atingir aqueles que por razões diversas não podem estar presentes, mas que estão que cada vez mais conectados, e o segundo motivo é usar todos os sentidos das pessoas envolvidas a favor da sua organização, ao mesmo tempo que gera credibilidade e entusiasmo.

Para que possamos entender melhor as vantagens, se faz necessário recorrermos a programação neurolinguística, que separa as pessoas em três grandes grupos distintos e que captam a experiência de aprendizagem de formas diferentes, são eles: auditivos, visuais e cinestésicos.

Os Auditivos aprendem ou lidam melhor com experiências sonoras, como: músicas, leituras em voz com tons variados, podCasts etc. Já os Visuais têm um aprendizado melhor por imagens, diagramas, gráficos e linguagem corporal, por outro lado os Cinestésicos normalmente aprendem melhor na prática, executando testes, tocando e sentindo. Assim, é possível estabelecer qual será a interação da marca e utilizar os elementos digitais nos eventos híbridos, que irão prender mais a atenção dos participantes. Muito mais do que apenas as antigas palestras, são interação com o público e que algumas vezes são entediantes (principalmente para os cinestésicos).

Outro fator positivo, diz respeito ao investimento financeiro, que pode resultar em um melhor custo X benefício, os eventos híbridos tendem ser mais lucrativos devido alguns pontos que mencionaremos em seguida.

Um evento em sua normalidade é composto por alguns gastos: a empresa paga os custos de viagem, hospedagem, alimentação, espaço para o evento, palestrantes, etc. Fora isso, o tempo de montagem de infraestrutura e de deslocamento também impacta em todo planejamento e logística. Outro problema é agenda dos convidados, mas isso pode ser resolvido se a palestra for feita por Microsoft Teams, Skype, ou GoBrunch, por exemplo. Isso pode diminuir significativamente os custos se o evento fosse presencial. Esses são apenas alguns exemplos, mas você pode utilizar diversos recursos em seus eventos híbridos.

Uma percepção interessante é que em eventos híbridos, os participantes se sentem em casa, pois os recursos tecnológicos tiram a ideia de perfeição, e por serem usados com muita frequência, dão a ideia de “proximidade” e “informalidade”. Geralmente, assuntos que são transmitidos com uso da linguagem digital tendem a ser mais descontraídos e menos tensos. Esse é um diferencial interessante nos eventos híbridos. Como as pessoas se sentem em casa, criam empatia pelo ambiente e por aqueles que estão conectados.

No seu próximo evento considere a possibilidade de torná-lo híbrido!